Voltar
ao topo
Crônicas

Entre o Asno e o Espírito de Porco

LINDINHA, XEGAY!

     TI ISPERO AKI ENBAXO BJS :)

Pussy Jane Allsteam não soube ao certo se ficava entusiasmada com a chegada do galã (talvez o homem de sua vida), ou se ficava ABSOLUTAMENTE envergonhada pelo português asno-digital com que ele a havia presenteado em uma simples mensagem de texto... Como um sms poderia ser tamanho estraga prazer??

Será que ele era mesmo iletrado ou aquilo tinha sido apenas um sintoma da síndrome digital? Uma acomodação gramatical conveniente aqueles que já são altamente cultos e não precisam demonstrar genialidade verbal via um reles sms...

Calma lá né, Pussy Jane! O cara não precisa ser nenhum crítico literário para conjugar o verbo "chegar" usando CH, e nem para usar o sufixo correto para a primeira pessoa do singular. "Cheguei" , e não chegay... Nem se o cara fosse muito efeminado... E outra, que primeira impressão de primeira pessoa ele está querendo dar com um sufixo desse?

Tá, tá, tá bom!! Que droga! Ele foi infeliz e pronto, ué... Ninguém é perfeito... E ele não tem problema nenhum de sufixo, totalmente másculo: fisiculturista, praticante de luta greco romana...

Ah, sim Pussy Jane, isso é óbvio: realmente com um sufixo desses no currículo, o cara não é nenhum intelectual Nobel de Literatura...

Que droga!! Porque sempre fazia isso nos primeiros encontros: construía uma artilharia com todas as piores hipóteses acerca dos rapazes e depois reclamava de acabar sozinha. Ela era mesmo uma recalcada, mal amada, um espírito de porco... E o rapaz combinava tanto com ela: tinham a mesma dieta, pegavam o mesmo peso no supino... Poderia ser o par ideal... Ela estava com medo de se apaixonar, isso sim! Sempre fugindo!

Opa, opa... Perá lá, Pussy Jane! Qualquer uma com bom senso sairia correndo de um cara com um sufixo desses... Talvez você devesse escutar mais a própria alma, mesmo que ela seja ligeiramente espírito de porco. Tá ouvindo??

"Die die die my darling!!!"- era o toque do celular de Pussy Jane (by Metallica) sinalizando mais uma mensagem de texto do cara interessante.

     LINDINHA, XEGAY! TI ESPERO AKI ENBAXO BJS : )

     NUM DEMORA QUE TÔ CUM FOMI :(

Que tipo de cara, que já estando com o sufixo prejudicado, sujo, ousaria escrever novamente a mesma bobagem e ainda emendar uma sentença tão cavalheiresca?

Um gentleman, Pussy Jane... Um gentleman! Com certeza vai abrir a porta do carro pra você.

Que droga!!! Tinha achado o rapaz tão atraente...Custava muito ele acertar uma única palavra?

Parecia tão sensível, até tolerava o ringtone heavy metal do Metallica (apesar de ter deixado bem claro que ouvia sertanejo universitário).

Pô, Pussy Jane!! Onde você está com a cabeça??

Vai sair para jantar com um cara que tem gay no sufixo, faz luta greco romana e ainda ouve forró universitário? Só falta assistir Pânico! Vai, vai lá olhar da janela para ver se ele veio te buscar de jegue!! Tenha dó... Uma aspirante a escritora, uma fã de Pink Floyd, Iron Maiden... A que nível você está descendo??

Ué, não podia aprender a ser mais flexível? Tinha que fazer valer alguma coisa na sua vida, aprender a dividir o tempo, os gostos... Sua última ida ao analista tinha sido uma desgraça: concluiu-se uma egoísta, uma solteira, uma fútil, uma dona da própria vida qualquer, uma livre, desimpedida... E isso era tão... feliZ (com Z mesmo).

Mas como se toda felicidade durasse pouco, fosse pouco racional, ou prepotente demais, Pussy Jane tentaria mais uma vez a sorte com um provável príncipe encantado (ou cavalo?), mesmo que ele viesse andando de jegue e não de jipe, e se deleitasse com forró universitário ao invés de bater cabeça com as letras reflexivas do rock progressivo ou os acordes do heavy metal...

"Die Die Die my darling" - novamente seu toque histérico do Metallica sinalizando a impaciência do Don Juan com sufixo indeciso.

LINDINHA :/ vai demorá cuanto?

     : O

Não era possível... Ou o cara era muito ignorante ou muito espirituoso... Ele poderia estar brincando com ela, talvez tivesse percebido o quanto Pussy Jane prezava o bom vocabulário, enquanto discutiam dieta e cargas do supino, e estava só de piadinha... Bom, a julgar pelas preferências musicais, ele não parecia dar índices de humor sutil... É, talvez ele fosse burro mesmo...

Ah, Pussy Jane, por que você não tenta conversar de coisas mais inteligentes do que dieta hiperprotéica da próxima vez? Só pra tentar descobrir se o cara soma dois mais dois ou só conta mesmo calorias e gramas de proteína... Tenha dó, Pussy Jane!! Quisesse um lutador analfabeto em língua portuguesa, procurasse um estrangeiro! E olha que do jeito que você procura bem, não seria improvável achar um que adorasse leite com cereal killer, né? Tenha dó!

Ué, pelo menos eles concordariam no quesito dieta. Pior seria um doutor que a levasse comer feijoada. Ou um empresário que a insistisse em strogonoff com fritas. Tudo bem, iria dessa vez! Só dessa vez! Ótimo, vai lá então comer clara de ovo com o fisiculturista!